Tentar remover a cera de ouvido pode levar a danos auditivos, advertem os médicos.

 

O corpo produz cerume (ou cerúmen) para limpar e proteger os ouvidos. A cera coleta sujeira, poeira e outras matérias, impedindo-as de penetrar fundo nos ouvidos, de acordo com uma diretriz de prática clínica atualizada da Academia Americana de Otorrinolaringologia – Fundação de Cirurgia de Cabeça e Pescoço.

 

"Há uma inclinação para as pessoas quererem limpar os ouvidos, porque acreditam que a cera é uma indicação de impureza. Esta desinformação leva a hábitos inseguros de saúde auricular", afirmou o Dr. Seth Schwartz, presidente do grupo de atualizações de diretrizes.

 

Atividades diárias como o movimento da mandíbula e a mastigação ajudam uma nova camada de cera de ouvido empurrar para fora (abertura externa dos ouvidos) a cera mais velha, quando e onde pedacinhos mais soltos dela podem ser retirados (lavados) durante o banho. Esse é um processo contínuo normal, mas às vezes esse processo de autolimpeza falha. O resultado: um acúmulo de cera que pode, parcial ou totalmente, bloquear o canal auditivo.

 

"Os pacientes muitas vezes pensam que estão impedindo a acumulação de cera, limpando os ouvidos com cotonetes, clipes de papel, velas de ouvido, ou qualquer coisa inimaginável que as pessoas colocam em seus ouvidos", disse Schwartz em um comunicado de imprensa da academia.

 

"O problema é que este esforço para eliminar a cera de ouvido está apenas criando mais problemas porque esta cera está sendo empurrada e impactada mais para dentro do canal auditivo", explicou.

 

"Qualquer coisa que se encaixe dentro do ouvido poderia causar sérios danos ao canal auricular ou tímpano, com o potencial de danos temporários ou até mesmo permanentes", advertiu Schwartz.

 

As diretrizes, publicadas em 3 de janeiro na revista Otolaryngology – Head and Neck Surgery, afirmam que a limpeza excessiva pode irritar o canal auditivo, causar infecção e até aumentar as chances de acúmulo de cera, ou impactação de cerume.

 

As novas diretrizes oferecem algumas dicas sobre como proteger seus ouvidos:

 

- Não exagere quando limpar seus ouvidos. O excesso de limpeza pode irritar o canal auditivo e possivelmente causar uma infecção.

- Cotonetes, presilhas e palitos de dentes podem causar um corte no canal auditivo, uma perfuração da membrana do tímpano e/ou trauma dos ossos temporais, causando problemas como perda auditiva, tontura e zumbido.

- Nunca use "velas de orelha" (vela indiana). As diretrizes dizem que não há evidência de que esta prática pode remover de forma segura a cera afetada, podendo causar sérios danos ao canal auditivo e ao tímpano.

- Procure atendimento médico se você tem perda auditiva, plenitude auricular, drenagem, sangramento ou dor de ouvido.

 

Consulte o seu médico para saber se você pode tratar a impureza de cerume em casa. Certas condições médicas ou auditivas tornam alguns tratamentos inseguros, explicaram os autores das diretrizes.

 

Traduzido por Essential Nutrition 

 

Fonte:https://consumer.healthday.com/respiratory-and-allergy-information-2/ear-nose-and-throat-health-news-221/earwax-there-to-protect-your-hearing-doctors-say-718061.html?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=20170105&utm_term=718061

 


“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essential.”